quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Camisas Verdes

Ruas amplas,
Peitos largos e
Passos fortes.

Uma marcha que oprime os poucos
e exprime a razão de loucos
numa página virada e amarela
de nossa história azul e verde.
Entre indistintas monofonias regurgitadas
de horizontes e possibilidades reduzidas,
Tudo parece simples e possível.
Tudo se endireita.
 Tudo se estreita.
Tudo, de forma tão direta, mente.

Por trás dos olhos azuis de meu avô
brilharam intensamente as labaredas do ódio,
mas nada brilha por trás dos meus.